quarta-feira, 25 de julho de 2012

Degelo na Gronelândia ou como a busca pelas audiências podem deturpar a realidade


Andei a ouvir repetidamente na rádio, durante toda a manhã, que derreteu 97% da camada de gelo da Gronelândia, em 4/5 dias, ao invés dos 40% habituais, e que os cientistas da NASA não conseguem explicar, para já, as razões.

(imagem retirada daqui)
Pesquisei (ver aqui, aqui e aqui), mas não consegui perceber exactamente quais as implicações a nível mundial deste súbito aumento de degelo. 
Será terrível para o planeta, ou já houve momentos na história em que isto aconteceu?
Vão surgir acontecimentos súbitos e catastróficos (como maremotos gigantes a atingir as costas da Europa?...) ou as mudanças serão graduais?

Afinal, leio mais tarde que, a Gronelândia não ficou com a "terra" toda à mostra. Derreteu realmente a camada superficial do gelo, mas ainda há gelo por baixo. 
Menos mal (pensei eu). Afinal, talvez o aumento do degelo não seja assim tão grave, para já
Grave é só a falta de informação transmitida por alguns órgãos de informação, publicando notícias aflitivas, quando afinal... não é bem assim.

Desenvolvimentos, conclusões e resultados para acompanhar nos próximos dias, num jornal perto de si. 

Ou então, não...

2 comentários:

Moleskine disse...

fiquei muito mais esclarecida! tb andava preocupada! Bjs

Marina disse...

Então so 90% que derreteram são só dessa camada superficial? isso não é complicado do mesmo jeito? Ou é algo que ocorre de tempos em tempos? De qualquer maneira, é isso aí que a mídia faz muitas vezes: desinforma e gera pânico ao dar uma proporção muito maior a algumas notícias, distorcendo-as!