quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Caminhada no Piodão

Quem costuma passar por aqui já reparou que gosto de andar a passear pelas nossas Serras, apreciando a beleza da Natureza, conhecendo aldeias pitorescas e explorando o nosso tão rico território.

Muitas das vezes andamos sozinhos à descoberta, sempre à procura de novas oportunidades, novos encantos e da próxima boa fotografia. Mas explorar e conhecer essas serras, fazendo caminhadas com guia, é uma outra forma de conhecer esses locais. A exploração é feita de maneira diferente, tomando atenção a outras coisas, a outros pormenores e adquirindo conhecimentos e informações, que de outra forma possivelmente não teríamos.

Curso de água no percurso do Piodão
E desde que fiz esta caminhada guiada à Serra da Lousã, que fiquei com vontade de fazer mais caminhadas do género, explorando um pouco mais do Portugal Serrano. Foi uma experiência muito interessante, onde aprendi muitas coisas, tanto da Natureza (que partilhei com vocês aqui e aqui) como da História daqueles locais - dois temas que adoro - graças ao grande conhecimento da nossa guia.


Mas, por uma razão ou outra (disponibilidade nas datas, condições meteorológicas...), não voltei a repetir a experiência... até há pouco tempo. Finalmente, no primeiro fim-de-semana de Fevereiro, fiz uma nova caminhada com guia e vi a bonita e pitoresca Aldeia do Piodão (que já conhecia) com outros olhos! Desta vez a Serra foi diferente, a do Açor, mas a empresa de Turismo da Natureza e a guia foram as mesmas :) O tempo ajudou e apesar de não termos tido sol, a chuva também não apareceu, pelo menos enquanto andávamos na caminhada.

Antes de iniciarmos a caminhada propriamente dita, fizemos uma visita ao Museu do Piodão, (está incluída no evento), com todas as explicações de como é que era a vida, usos e costumes na aldeia, há largos anos atrás. Bem interessante! Depois desta introdução e de uma pequena apresentação no Largo Cónego Manuel Nogueira, da história do Piodão e da sua igreja branca, começamos a caminhar.
Ponte de Pedra - (foto daqui)
O percurso é linear e tem à volta de 10 Km. Começa-se no Piodão e vai-se passando pelos trilhos que levam às aldeias de Chãs d'Égua e Foz d' Égua, também bastante pitorescas, para regressar novamente ao Piodão.  O percurso faz-se bem, embora tenha algumas subidas e descidas íngremes. São os típicos caminhos das Serras.
Arquitectura típica e cruzes de loureiro - (foto daqui)
Gostei bastante desta caminhada. Passa-se por locais lindos: as aldeias serranas com o seu xisto e telhados de lousa e caixilhos azuis, os vários cursos de água das Ribeiras do Piodão e de Chãs d'Égua, a Praia Fluvial de Foz d'Égua, toda a construção de barreiras e socalcos, o esplendor da Natureza com a vegetação endógena (e algumas mimosas invasoras à mistura...) e ainda vimos alguns rebanhos por lá espalhados

http://ecologicaquem.blogspot.pt
A pausa para o almoço (cada um leva o seu lanche) foi em Chãs d'Égua e para estarmos mais abrigados do vento da Serra, "estacionámos" no edifício do forno comunitário da aldeia, mais um aspecto interessante dos usos da região. Como o próprio nome indica, era um forno usado por todas as pessoas da aldeia e possivelmente haveria horários e dias estabelecidos previamente, para cada família utilizar aquele espaço comum, sem discussões.

http://ecologicaquem.blogspot.pt
Os socalcos recortados na serra, para utilização na agricultura.
Vê-se também ao longo do percurso os socalcos construídos à mão, que naquela altura não haviam lá máquinas, e o esforço que as gentes daqueles locais tinham que fazer, para simplesmente sobreviver ao dia-a-dia. Ajuda a pôr os nossos "problemas" diários em perspectiva...
Vista da ponte e praia fluvial de Foz d'Égua - (foto daqui)
Em Foz d'Égua, para além da Praia Fluvial, pode-se observar o trabalho de um particular, que aos poucos foi recuperando alguns dos edifícios da aldeia, com o seu próprio trabalho e de alguns familiares, culminando nesta construção religiosa, mesmo no cimo do monte.


Também conheci novas ervas "da farmácia", como a erva das Sete Sangrias, aprendi como fazer a Sopa de Urtigas, que tem bastante ferro, e trocámos algumas informações e dicas de agricultura.
Erva das 7 Sangrias - (foto daqui)
Só posso dizer que valeu bem a pena o tempo e o esforço passados na caminhada desse sábado.
Os socalcos e as escadinhas de xisto
Se quiserem fazer como eu e ter uma experiência enriquecedora, passar um bom dia no meio da Natureza, conhecer novos locais ou ver locais que já conhecem, por outra perspectiva, visitem a página da Aventuris aqui
Para estarem sempre a parte destas caminhadas e outros eventos na Natureza, gostem da página de Facebook aqui.

E se decidirem deixar-se tentar pela minha sugestão e experimentarem, talvez nos encontremos numa caminhada um dia destes ;)

(Este post NÃO É um publieditorial)

31 comentários:

Catarina disse...

Que lindo passeio. Tb eu o gostaria de fazer com um guia.

Gracita disse...

Um belíssimo passeio muito rico em aprendizagens
A reportagem e fotografias estão espetaculares Catarina
Amei conhecer através do seu olhar de visitante
Um beijo com meu especial carinho

Andreia Morais disse...

Quero muito ir lá!

✿ chica disse...

Caminhada e passeio maravilhosos.Belas fotos e registros! bjs, tudo de bom,chica

Catarina disse...

Que caminhada fantástica num sítio fantástico!! Ando há imenso tempo para visitar o Piodão! Confesso que ao ver estas tuas imagens fiquei ainda com mais vontade!!
Beijinho enorme querida, obrigada por esta partilha!

Ana disse...

Conheço o Piodão, mas através de uma caminhada como essa. Adorei o teu passseio, temos feito algumas caminhadas, mas não com guia, mas assim organizada, deve ser muito interessante.

Amélia disse...

Pelas fantásticas fotos e reportagem a caminhada foi maravilhosa.
A serra mais próxima que tenho é a serra de Sintra onde faço a minha caminhada quando posso.
Não conheço Piodão mas fiquei encantada com tanta beleza.
Beijos

Crocheteando...momentos! disse...

Um passeio maravilhoso!
Passei por lá há pouco tempo...e gostei!
Bj amigo

Bella disse...

Faz-me lembrar a Serra de São Macário!
Muitos bonita estas paisagens!

A pega do relógio de facto é muito fofa. Mas a minha favorita são as uvas :P

Bjs

Andreia Morais disse...

r: Muito, muito obrigada! É tão bom ler isso *.*

Horticasa hoticasa disse...

Que delicia é essa aldeia, também já por lá andei, numa prova de trilhos e adorei.
Agora tens que fazer um post com a receita das urtigas, está na época delas.
Quanto à poda ainda a podes fazer na próxima lua minguante que é já para a semana, (a seguir à lua cheia, começa a minguar, já se pode podar)
beijinho, Eugénia

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Magníficos estes caminhos bem como as suas paisagens.
Um abraço e bom fim de semana.

Isa Sá disse...

Belas imagens.

Isabel Sá
http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

Simone Felic disse...

Deve ser uma bela caminhada Catarina, adoro fazer caminhadas assim , sempre que viajo á lugares assim, prefiro caminhar do que de carro, a gente curte a natureza, e vê muitos detalhes que não veria se estivesse de carro, claro que aí onde vc foi não daria ir de carro.
Valeu a experiencia.
beijinhos e bom fim de semana

http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Cláudia disse...

Belo passeios e as fotos brutais =)

Também já estive aí e gostei =)

Beijocas

Jorge disse...

Txiiiii Catarina, que excelente postagem... faz tempo que não vou ao Piodão, mas estás a dar-me cá umas ideias...

Um beijinho e bom fim-de-semana!
:))

esperto que nem um alho disse...

Conheço razoavelmente bem essa zona. É muito bonita e só tenho pena de nunca ter feito aí uma caminhada. A última vez que estive na zona, aluguei uma casa no parque de campismo de Coja (em outubro de 2014) e andámos por lá 5 dias.
Fora da época alta de férias, parece tudo mais real. O problema é ser difícil conseguirmos uns dias livres sem ser em julho ou agosto. Quanto a caminhadas, ficaram na década de 90, quando ainda havia saúde... fiz tantas bolhas nos pés na Lousã, no Gerês e mais longe, nos Picos de Europa e Pirenéus.
A "minha praia" é a montanha. :)

O meu pensamento viaja disse...

Conheço essa zona que é lindíssima, mas o teu desafio tem encanto acrescido. Deixemos que o tempo melhore!
Beijinhos e obrigada pela sugestão.

Inês Direito disse...

Que lindo!!!!
beijinhos
http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

Arroz Di Leite disse...

Lindo lugar! Quero agradecer o carinho de felicitações do aniversário do meu filho e aproveito e retribuo ao seu pai que comemorou também dia 15/02.
Fiquei muito curiosa em saber como preparar esta sopa de Urtigas por ser rica em ferro, o meu pai esta com anemia e esta difícil, se puder ceder a receita (andresnetto2001@gmail.com).
ótimo final de semana.

Bjs

Tânia Camargo

Mariazita disse...

Olá, Catarina
Obrigada pelos parabéns à minha "CASA" e pelas palavras tão gentis.

Excelente reportagem, muito bem documentada fotograficamente.
Conheço bem o Piodão, já por lá andei algumas vezes mas, infelizmente, nunca acompanhada de guia, apenas familiares.
Quando vamos fazer estes passeios com guia vemos coisas que doutra forma nos escapam; a perspectiva é diferente, muito mais rica.
Aqui apreciei aspectos em que nunca tinha reparado.
Obrigada pela óptima partilha.

Desejo um bom Domingo.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS


Teresa Isabel Silva disse...

Já tinha ouvido falar e confesso que é lago que quero conhecer!

Bjxxx

Zizi Santos disse...

Fazer caminhadas é algo benéfico e salutar
Desfrutaste e muito desse seu passeio!
e nos trouxeste fotos maravilhosas
mas a sopa de urtigas me chamou a atenção
é gostosa?
Não tenho postado, Catarina
meu computador esta com algum problema
resta esperar

bjs

Cláudia S. Reis disse...

Que belo passeio! Eu também gosto de passear pelo meio da Natureza mas nunca o fiz com um guia. Tenho que experimentar :)

cozinha100segredos disse...

Que paisagens maravilhosas! É mesmo de cortar a respiração! De vez em quando gosto de fazer uns passeios desse! Regalamos os olhos e arejamos as ideias! Beijinhos

Carla Ramalho disse...

Obrigado pela visita ao meu blog :)
Já andei a caminhar pela serra da Lousã mas fui visitar o Talasnal, sem guia. Agora fiquei cheia de vontade de fazer este percurso, realmente as paisagens são lindas e sentimos um ar completamente diferente. Os percursos são difíceis e é necessário fôlego por vezes mas vale mesmo a pena :)
Beijinhos, se quiseres vem visitar-me em
Gulosoqb.blogspot.pt
Facebook.com/gulosoqb

Marta Moura disse...

Quero tanto conhecer Piódão. Deve ser dos sítios mais bonitos do nosso país!

CÉU disse...

Olá, Catarina!

Sempre k leio as tuas publicações, acho que o título k deste ao teu blogue, lhe e te assenta que nem uma luva.

Não conheço a zona que aqui referes, mas acho que dificilmente te vou fazer companhia, pke nunca tive, nem interesse, para te falar com sinceridade, nem curiosidade por esse tipo de lugares. Sou alentejana, e como tal não gosto de ter obstáculos visuais, portanto, quero ver até à linha do horizonte e sempre em plano, não inclinado, obviamente. e como tal, planície, planície e encostada ao cajado, preferencialmente (risos).

As fotografias alindam a tua descrição e claro teria de aparecer algo de cariz religioso, por essas bandas, o que compreendo, perfeitamente, não só historicamente, mas pelo género de convicção desses "povos" daí.

As ervinhas são um encanto e têm sempre fins medicinais importantes para a saúde, qdo devidamente utilizadas.

Deves estar elegantíssima. Não? Com essas "esticadas", prazeres dos sentidos para ti, só pode!

A natureza, na realidade, é muito bela, independentemente de qualquer forma de relevo que ela apresente.

Beijinhos e bom domingo!

Esperança disse...

O Piódão é realmente muito bonito e conhece-lo através da perspectiva de quem já o conhece, deve ser fantástico!
Já tive a oportunidade de o visitar, mas nunca através de uma caminhada.

A Gata de Saltos Altos disse...

Essas caminhadas devem ser como um lavar de alma! Nunca fiz, mas gostava!

http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

PINTA ROXA disse...

é tão bonito piódão, mas só conheço mesmo a aldeia. visto assim por olhos de outros é bem diferente.
Belo passeio. e com um ar tão puro até os pulmões agradecem.
Uma boa semana