terça-feira, 16 de junho de 2015

Sumo Fortificante de Aloé Vera

O Aloé Vera, também conhecido como Babosa, tem várias propriedades benéficas para a nossa saúde. Conhecida principalmente pelas suas características cicatrizantes, anti-bacterianas e hidratantes,  é bastante usada no tratamento de queimaduras, cortes, feridas e até como anti-acne e anti-manchas. 

Como uso interno, as propriedades mais conhecidas são ao nível do reforço imunitário, como anti-inflamatório e tónico digestivo. É um verdadeiro medicamento num vaso.


O Aloé Vera da imagem acima é da horta da varanda dos meus pais e serve essencialmente para ser utilizado como ingrediente principal no Sumo Fortificante. Quando a minha mãe vê que alguém da família anda mais tristonho ou com os níveis de energia mais em baixo, corta uns pedaços do Aloé e faz o seu Sumo especial. Este concentrado de Aloé Vera funciona como um tónico e como energizante.

Para fazer este Sumo Fortificante: para cada 3 folhas do Aloé Vera, descascadas e sem filamentos (usar só o "gel" interior), juntar meio litro de mel, com 3 colheres de sopa de aguardente. Bate-se tudo no liquidificador (ou com a varinha mágica) e guarda-se num frasco hermético, no frigorífico. Toma-se diariamente, 1 colher de sopa antes do almoço e do jantar. O Aloé Vera, juntamente com o mel, vai ajudar a energizar dia-a-dia. Já a aguardente vai funcionar como conservante do líquido. 

Tomei pela primeira vez este Sumo há alguns anos atrás, numa altura mais complicada da minha vida académica, em que a energia era pouca e o apetite ainda menos. E funcionou. Aconselham também tomar no início do Outono, como reforço para o tempo mais frio.

Se quiserem saber mais sobre as propriedades do Aloé Vera, leiam aqui.  

Boa semana!

20 comentários:

Joao Antonio Ventura disse...

Olá Catarina. Òtimo este seu artigo, compartilhei-o no face e no google +. Quero agradecer também sua visita ao Vô Tônico e o seu comentário. Fico mais contente ainda quando a visita é de Portugal. Abraços.

CÉU disse...

Olá, Catarina!

Agradeço a tua visita e comentário.
Tens muita razão. O Aloé Vera tem imensas propriedades e benefícios. Há uns tempos, uns frades ou monges, fabricavam um sumo para as pessoas com cancro tomarem, e o principal ingrediente era o Aloé Vera.
É excelente para a beleza, tb.
Dás umas indicações ótimas.

Boa semana.
Beijos.

Lete disse...

Que giro, não fazia ideia que se podia fazer sumo desta planta. E sumo do bom, ainda por cima!
Obrigada pela receita e pela deliciosa partilha! :)

Ex Não Vaidosa disse...

Saudações Catarina! Certa vez já fiz uma postagem sobre a BABOSA, fiz uma mascara capilar e mostrei o resultado, ficou excelente, sem contar em todos os benefícios dessa planta!!!! Mas você abordou um assunto totalmente diferente. Sei que é excelente cicatrizante e agora com essa receita... deve fazer um bem para o estomago. Quando eu estava com auqeles buracos no estomago fui atras de varios remedios naturais e eu usei barbatimão, nunca conseguia achar uma receita com babosa..... e agora vc me posta e eu vou fazer!!!! Adorei saber que por ai tb tem, rsrssrsrs Beijos e abraços

Diná Fernandes O.Souza disse...

Olá Catarina, retribuindo sua gentil visita e agradecendo o carinho, fiquei feliz em ver meu selinho aqui no seu cantinho!

Menina, tenho um vaso deste em casa, é med. maravilhoso e de grande eficácia. Parabéns por divulgar.

Tenha uma noite de paz!

Bjs!

Poções de Arte disse...

Que interessante!
A mãe e a vó sempre tinham plantadas no quintal e eu sempre usei nos cabelos. Agora estou para plantar em casa, mas nunca tomei esse sumo, embora já vi muitas receitas de sucos com ela, exatamente para aumentar a imunidade e energizar.
Adorei a postagem, Catarina e o bater com a varinha mágica rsrs.

Abraços e lindo dia.
Márcia.

Andreia Morais disse...

Que dica tão boa :)

Beijinhos*

Bella disse...

Nós usamos em cá em casa directamente o gel do aloé nos nossos smoothies :) bjs

Olinda Melo disse...


Lembro-me que em criança via tanta babosa e que não era aproveita, a não ser os mais velhos que, na sua sabedoria, recomendavam esta ou aquela mezinha.

Felizmente, hoje, as propriedades desta planta são conhecidas e assim podemos beneficiar delas.

Muito obrigada por este post e pela receita do sumo.

Bj

Olinda

M disse...

Em tempos bdbi esse sumo, entretanto os anos passaram e o meu aloé morreu : (

Zizi Santos disse...

Oi Catarina!
o aloe vera é realmente muito bom!
já utilizei muito! eu tinha queda de cabelo, e ele é muito eficaz quando aplicado!
nunca tomei essa bebida concentrada, mas já ouvi falar. Inclusive usam Whisky para a preservação.
Quanta coisa boa a natureza nos oferece!
saibamos aproveitar!
adorei o post e as informações!

bjs

Horticasa hoticasa disse...

Tenho que fazer isso, ando tão fraquinha! Ou será preguiça? O meu avô dizia que era a cobra que dava cabo de mim... Agora a serio acho que tenho mesmo que experimentar. beijinho
ps. ...e os treinos?

Maria Vicente disse...

Uso aloé Vera em imensas situações, mas sumo nunca fiz. Tenho de experimentar :)
Beijinhos :)

http://stuffbymaria.blogspot.pt/

Daiane Aline disse...

Quando criança eu via tanto dessa planta, minha mãe usava pra passar no cabelo, mas hoje em dia é raro ver
mas em todo caso receita anotada quem sabe eu encontre rs!
Bjuss !

Isa Sá disse...

Ótima dica.

Isabel Sá
http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

Andreia Morais disse...

r: Somo como tu :)
Pois é, infelizmente o suporte físico começa a desaparecer aos poucos, o que é uma pena. Ainda não perdi a esperança de imprimir todas as fotos que tenho e colocá-las em álbuns

Beijinhos*

Carmem Grinheiro disse...

Olá, Catarina.
Muito boa e interessante sua postagem.
Eu sou a prova viva de que o aloé é um milagroso auxiliador da nossa saúde. Apesar de já ter lido alguns estudos contra o seu uso, eu continuo usando - tudo com sensatez e moderação, como em tudo na vida! - e só tenho usufruído de benefícios.
A primeira vez que ouvi falar desse xarope, foi de uma senhora cancerosa, que, na doença, para além dos tratamentos tomava o xarope que aprendera a confeccionar com um padre. Atribuía ao aloé a sua força para combater a doença.
Mais tarde, com problemas gastrointestinais, uma colega de trabalho lembrou-me novamente do aloé, tomado por seu pai. Foi dela que recebi o meu primeiro aloé, que, segundo ela, tinha que ter pelo menos 2 anos, para estar "em maturidade plena"para fazer o xarope.
Hoje tenho vários aloés, porque tive a sorte de me cair em mãos um a que chamo "aloé-parideiro" - de tantos rebentos que dá e até presenteia-me com flor =)

bj amg

Cristina Oliveira disse...

Adoro aloe vera, tem tantas propriedades!

CÉU disse...

Olá, Catarina!

Estás bem e continuas ecológica (risos)?
Pensava k talvez já tivesses nova publicação. Fico a aguardar.

Bom fim de semana.

Beijinhos.

PINTA ROXA disse...

A minha mãe tem um pé enormeeee no quintal e nunca o usamos para nada, que pena.....