quarta-feira, 12 de agosto de 2015

O Inferno dos incêndios florestais

Portugal está a arder e não é em sentido figurado. Só ontem houveram 158 incêndios e as consequências nalguns locais são devastadoras. Desde o início do mês já arderam milhares de hectares por essas serras fora, com prejuízos incontáveis a nível da flora e fauna, e com consequências para nós também. Segundo ouvi nas notícias, à hora de almoço, o facto de ter ardido parte do mato e da floresta da Serra da Estrela, vai levar a que hajam deslizamento de terras, aquando da época das chuvas, pois já não têm nada que as segure (arbustos, mato, árvores...). 

Ainda paira sobre os nossos pensamentos o incêndio na Serra do Caramulo e seus tenebrosos resultados. Ainda agora se conseguem ver os sinais desse fatídico incêndio, porque a natureza ainda não se conseguiu regenerar totalmente.

(Serra do Caramulo, um ano depois do incêndio - 2014)

O que é incrível é pensar que 90% destes incêndios têm origem humana, seja por negligência, seja por acção criminosa. Quando me mudei da cidade para o campo, tive logo um enorme susto nesse Verão. Um pequeno incêndio deflagrou a cerca de 200 metros do local onde vivo, perto das 22h30. Não houve grandes consequências, para além do susto, mas no ano seguinte, no mesmo mês, voltou a haver o início de um fogo, mais ou menos no mesmo local e hora da noite. Coincidência?

Este ano, voltou a haver um início de incêndio, no mesmo local, na mesma semana do mesmo mês. Mas desta vez, só para ser diferente, não começou de noite, mas sim depois da hora de almoço....
O que nos valeu sempre foi a rapidez dos bombeiros locais e a ajuda da população, para evitar prejuízos de maior, para além de 5 ou 6 árvores ardidas e sustos. 
Mas fica sempre a interrogação sobre quem é que pôs aqueles fogos (porque é fogo posto), sempre no mesmo local, sempre na mesma altura do ano, e o porquê. Não dá para compreender as motivações.

Só resta fazer a dança da chuva, para ver se cai alguma chuvinha que ajude a acalmar este inferno de chamas.

20 comentários:

P.A. Santos disse...

Enfim, coisas que não se entendem...
E quem paga é a natureza que arde, animais que morrem e as pessoas que ficam sem as suas coisas.
:(

Ex Não Vaidosa disse...

Saudações Catarina! que incendio faz parte de muito ecossistema isso faz, mas em áreas aonde há urbanização, as pessoas nao se prevenirem ai é de dar vontade de arrebentar! Educaçãopassa longe! Odeio quando tocam fogo em terreno para nao ter de carpir!!!!afffff mas vou parar por aqui antes de eu ficar louca de raiva só de lembrar! Beijos e abraços

Zizi Santos disse...

Oi Catarina
é muito incêndio!!!
158 lugares!!!
muita preocupação mesmo!
se for um fogo proposital, pior ainda!

Morei em sítio e era costume a noite, a mata seca pegar fogo
e ele chegava pertinho da casa!
Geralmente depois das 22 horas! um sufoco!

Tomara que a dança da chuva, chegue para apaziguar
a chama do fogo!

beijinhos

Gracita disse...

Oi Catarina
É triste ver um incêndio de grandes proporções que deixa tudo ardendo em chamas e mais triste que a maioria deles são causados pela mão humana
Tomara que venha uma chuva redentora para acalmar a fúria das chamas
Beijos e carinhos

Roça Terapia disse...

Muito triste penso na vida dos indefesos animais que perderemos graças a esses incêndios.

Tristeza somente isso!!!

Mari

Bella disse...

Enquanto que o homem achar que possui a terra e não entender que faz parte dela, estas abominações vão continuar. A terra é horrendamente explorada, destruída, desrespeitada e tudo graças ao ser mais ignorante do planeta: o ser humano (Homo sapiens nada é sim homo estupidus!)

Nascemos inteligentes, a saber nadar, a saber comer e saber respeitar a terra, mas todo o processo de "socialização" nos emburrece, nos estupidfica, nos torna ignorantes e filhos do diabo!

bjs

Miss B. disse...

Pois que não dá para entender a mentalidade de gente assim. Pura diversão? É triste, muito triste...

beijinho Catarina

Joana disse...

É de facto muito triste!
Sendo a maioria um puro acto de vandalismo! Mas infelizmente os que ficam presos são apenas uns meses e quando saem voltam ao mesmo :(

Crocheteando...momentos! disse...

Aqui bem perto...o de Miranda do Corvo...ASSUSTADOR!!! Bj

Simone Felic disse...

Por aqui também sofremos com as queimadas, e a chuva
parece que tirou férias.
beijinhos

http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Carmem Grinheiro disse...

Olá, Catarina.
Muito da "mão humana" causadora dos incêndios que nos assolam é fruto da pura e genuína estupidez da mão que lança a beata pela janela do carro, na estrada; por aquele que quer queimar o lixo ou as ervas da limpeza da terra; por um resto de piquenique.
Porque, como em tudo, por mais que se fale, por mais campanhas de sensibilização que se faça, o ser humano é "tacanho das ideias", por mais cultura que tenha, note-se!
Mas, também há a "mão humana" dos interesses económicos que ninguém julgue que é pouca e pequena.
E há ainda os idiotas que não têm mais o que fazer à vida, ou, por raiva à vida e a quem nela habita, resolvem vingar-se ou simplesmente divertir-se a olhar o desespero das labaredas.
A acrescentar a isso, os proprietários não fazem as limpezas necessárias, os sucessivos governos não têm tomado atitudes a visar resultados a longo prazo, parecendo já haver uma certa acomodação, com a chamada "época de incêndios" - eu pergunto: isso existe? Portugal não está numa zona de savana africana, nem tão-pouco é país tropical, para que se dê como "normal" haver incêndios, seja qual for a época do ano!

Para si, o meu desejo que consigam por a mão ao ignóbil, antes que se repita, para o ano que vem.
bj amg

Poções de Arte disse...

Bom dia, Catarina!
É lamentável a falta de respeito que o ser humano tem com a natureza. Infelizmente, muitos são inconsequentes e não pesam seus atos antes de cometê-los - muitas vezes fazem "sem pensar". O problema é que a natureza sempre toma de volta o que é seu e mesmo quem cuida dela acaba pagando. Muito triste!
Por aqui, em São Paulo também passamos por secas terríveis e todo dia tem alguém colocando fogo em algum canto. O ar já está péssimo e as queimadas só prejudicam mais ainda.

Que sua semana seja maravilhosa e que Deus possa tocar o coração desses seres.
Abração esmagador.

Elisabete disse...

Os meus pais são de Góis e todos os anos é este mesmo inferno.
Bjs

carla capricho disse...

é muito triste ver lugares que já foram tão bonitos e cheios de vida , hoje completamente escuros e sem nada . Deviamos tratar a natureza com mais cuidado , afinal é a terra que nos dá o que mais precisamos .

Cristina Oliveira disse...

É mesmo um flagelo!
Não entendo como essa gente por vezes é descoberta e mesmo assim não se faz nada!
E os bombeiros com tão poucos apoios... Enfim, muito triste.

CÉU disse...

Olá, Catarina!

Estás boa?

Viver no campo tem os seus encantos, mas tb tem alguns inconvenientes: os incêndios, por exemplo. Desculpa estou só a aligeirar a situação.
Todos os anos, vemos o mesmo "filme". Fogo posto? Com k finalidade? Creio k há uma série de fatores k para tal contribuem, e o mais relevante para mim, é não haver mão pesada para quem comete tal crime.
Grandes males, grandes remédios, é o meu lema, em todas as circunstâncias e situações.

Bom fim de semana. Em Lisboa está vento e o tempo está a arrefecer.

Beijos.

Andreia Morais disse...

Chega a esta altura do ano e é sempre a mesma aflição, infelizmente :(

r: Muito, muito obrigada! É mesmo gratificante ler isso *.*
Beijinhos*

Algodão Tão Doce disse...

Olá amiga, passei por aqui para desejar-lhe uma abençoada semana.
Com certeza a natureza irá responder de uma forma não muito boa.
Doce abraço, Marie.

Ex Não Vaidosa disse...

Saudações Catarina! Adorei as idéias para as bolachinhas! Beijos e abraços!

CÉU disse...

Olá, Catarina!

Estás boa? Aqui, tudo razoável.

Achei montes de piada ao teu comentário no meu blogue, o qual agradeço. Com k então, por lá, é sempre um fogo!
Olhando, agora, o último parágrafo do teu texto, em que falas da dança da chuva, talvez seja mais "eficiente" uma dança sensual, como a k viste no meu blogue. Os autores dos fogos postos, ficariam absorvidos e mto mais interessados numa dança com sensualidade, do k em cometer barbaridades.

Que a ideia pegue!

Beijinhos e boa semana!